Artigos de apoio

Acádia (Acad; Akkad)

Região da antiga Babilónia (atual Sul do Iraque), rival da Suméria, com quem manteve diversos conflitos. O termo Acad reflete a forma como os neobabilónicos escreviam o nome, como uru-Ak-Kad e o bíblico Akad (Accad em Gen, 10,10). A forma antiga do nome era Akkad ou, em sumério, Akked, com assimilação vocal. A forma mais frequente em que aparece é Ágade, uma forma baseada numa leitura provisional da escritura A-(k)ka-de como A-ga-de.
A região foi igualmente território de origem dos Acádios, tendo assistido a frequentes deslocações nómadas semitas de Oeste, que se misturam com populações sedentárias da Mesopotâmia. A conquista da Suméria verifica-se por anexação progressiva de uma cidade-estado, não provindo de nenhuma revolução entre Semitas e Sumérios. Sargão de Akkad, uma das personagens centrais da História da Mesopotâmia, ataca em 2350 a. C. Lugal-zagesi, submetendo posteriormente toda a Suméria. Conquista, de igual modo, Mari, a Síria, e o Taurus até à Anatólia. Do ponto de vista administrativo, os ensi, que permaneciam nas cidades-estados, dependem diretamente do poder central. Posteriormente Naramsin aumenta as conquistas, estendendo-as do Elam ao Mediterrâneo e de Urartu ao Golfo Pérsico, acabando por vencer, após resistência, Ebla. Após este panorama vasto de conquistas, intitula-se "Rei das quatro regiões do Mundo". Do ponto de vista cultural, a civilização de Akkad assimila os princípios culturais basilares sumérios.
A invasão dos Gútios em 2150 a. C. marca o final da dominação dos Acádios.

1

2

3

4

5