Artigos de apoio

ácido clorídrico

O ácido clorídrico, também designado por ácido muriático, é uma solução aquosa de cloreto de hidrogénio, de fórmula HCl, que se encontra na Natureza sob a forma de sais (cloretos) e no estado livre representando entre 0,4-0,5% do suco gástrico dos vertebrados.
Ao aquecer uma mistura de cloro e hidrogénio, ambos os elementos se inflamam, ardem com chama formando-se cloreto de hidrogénio. Este é um gás incolor, de cheiro penetrante que se dissolve muitíssimo bem em água. A sua solução denomina-se de ácido clorídrico e é um dos ácidos mais fortes que se conhece, pois a molécula de cloreto de hidrogénio está decomposta quase na sua totalidade em iões.
Existem dois processos para obter industrialmente ácido clorídrico: pode conseguir-se diretamente pela síntese a partir do cloro e do hidrogénio. Ambos os gases se obtêm, por sua vez, por eletrólise de uma dissolução aquosa de cloreto de sódio; ou pode conseguir-se juntando ácido sulfúrico ao sal comum, o que origina ácido clorídrico e sulfato de sódio.
O ácido clorídrico concentrado que se comercializa, normalmente, contém 38% de HCl. Pelo cheiro penetrante que o gás liberta ao misturar-se com o ar conhece-se também pelo nome de ácido clorídrico fumegante. Se se lhe junta a quantidade de água correspondente, obtém-se ácido clorídrico diluído.
O ácido clorídrico ataca diversos metais, libertando-se hidrogénio.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-21 04:01:45]. Disponível na Internet: