Artigos de apoio

agregados macroeconómicos

Grandezas económicas que quantificam as operações que todos os agentes de uma economia efetuam durante um ano. Permitem determinar o valor da produção realizada num país.
Existem três óticas usualmente adotadas para proceder ao cálculo dos grandes agregados:
- Ótica do Produto: contabiliza a produção de todas as empresas da economia. Através dela chega-se a agregados como o PIB (Produto Interno Bruto) e o PNB (Produto Nacional Bruto);
- Ótica do Rendimento: contabiliza todos os rendimentos obtidos na economia. O principal agregado que permite calcular é o Rendimento Nacional (RN);
- Ótica da Despesa: contabiliza todas as despesas efetuadas pelos agentes económicos. Permite determinar a Despesa Interna (DI) e a Despesa Nacional (DN).
Naturalmente, os três métodos garantem relações de equivalência entre os agregados, já que o que todos calculam é o mesmo: o valor do que se produziu num certo país num determinado ano. Apenas o fazem de forma diferente. Tem-se então que RN = DN = PNB a preços de mercado.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-17 19:55:48]. Disponível na Internet: