Artigos de apoio

APEC

A Cooperação Económica da Ásia e Pacífico (APEC) foi criada em 1989, na Austrália, para dar resposta à crescente interdependência comercial entre as economias pertencentes à região Ásia-Pacífico. A partir de 1993, passou a ter uma sede própria, localizada em Singapura.
Aquando da sua fundação, a APEC reunia os países então membros da ASEAN (Associação das Nações do Sudeste Asiático), que eram a Indonésia, Malásia, Filipinas, Singapura, Tailândia e Brunei, e seis parceiros económicos da região do Pacífico, no caso, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Japão e Nova Zelândia. Em 1991, aderiram a China, Hong Kong e Taiwan. Dois anos mais tarde, foi a vez do México e da Papua-Nova Guiné passarem a membros da APEC. Em 1994, aderiu o Chile e, em 1998, o Peru, a Rússia e o Vietname. Atualmente, agrupa 21 jurisdições económicas e uma população de 2,5 biliões de pessoas.
O objetivo da APEC é fomentar o crescimento económico, a cooperação, os negócios e o investimento na região Ásia-Pacífico. Desse modo, pretende aumentar o emprego e desenvolver a comunidade.
Desde a sua fundação, a APEC conseguiu reduzir taxas e outras barreiras ao comércio na região e ajudou a tornar mais seguras e eficientes as trocas de bens, serviços e pessoas entre as fronteiras dos seus membros.
No ano em que foi criada, a APEC era um fórum de conversações informais, mas em 1993, na conferência de Seattle, nos Estados Unidos da América, foi criado um bloco económico. No ano seguinte, os membros da APEC comprometeram-se a transformar o Pacífico numa área de comércio livre até 2010 para os países desenvolvidos e até 2020 para os em vias de desenvolvimento.
A APEC trabalha na base do consenso e, em 1991, os seus membros comprometeram-se a realizar as suas atividades e programas na base do diálogo com respeito pelo ponto de vista de todos.
O exercício da presidência da APEC é rotativo e passa anualmente por todos os membros. O país que assume a presidência acolhe a cimeira anual de ministros dos Negócios Estrangeiros e da Economia. Os outros ministérios também reúnem ocasionalmente para discutir assuntos como ambiente, educação, energia, finanças, recursos humanos, ciência, tecnologia, telecomunicações e transportes, entre outros.
Em 1995, a APEC instituiu um conselho permanente de apoio ao negócio destinado a aconselhar planos de ação da associação ou outras atividades mais urgentes.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-21 14:24:46]. Disponível na Internet: