Artigos de apoio

arcaísmo

Palavra ou expressão antiga e em desuso. Deve distinguir-se os arcaísmos linguísticos dos arcaísmos literários.
Relativamente aos arcaísmos linguísticos, verificam-se, em certas zonas linguisticamente homogéneas, pela presença vincada de traços fonéticos, morfológicos, sintáticos e léxicos conservadores e antigos.
Quanto aos arcaísmos literários, são normalmente usados como recurso de estilo, pois recuperam formas de expressão que já não estão vigentes na linguagem da época, podendo transmitir ora um certo estilo decadente, ora uma certa solenidade. Alguns escritores do Realismo procuravam imitar particularidades linguísticas de grupos sociais ou zonas dialetais, antes da massificação da sociedade urbana, com o propósito de crítica social ou de aproximação à cor local.
Dos termos que constituem arcaísmos, pode mencionar-se como lexicais à guisa de no sentido de à maneira de; como semânticos físico para referir-se a médico; como gramaticais "E dizem que saudades que matam" (cap. XXXVIII), em Viagens na Minha Terra de Almeida Garrett.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-19 07:57:43]. Disponível na Internet: