Artigos de apoio

Augusto Silva

Linguista português e Professor de Linguística na Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa de Braga, Augusto Soares da Silva nasceu em 1961 em Aguçadoura. Licenciou-se em Humanidades em 1984 e concluiu doutoramento em Linguística Portuguesa em 1997, com a tese A Semântica de Deixar – uma Contribuição para a Abordagem Cognitiva em Semântica Lexical, pela Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Comunidade Flamenga da Bélgica.
Como docente, leciona disciplinas de Linguística e é responsável pelo curso de mestrado em Linguística Portuguesa – Perspetiva Cognitiva. Foi ainda secretário da Revista Portuguesa de Humanidades da Universidade Católica Portuguesa. Foi membro da direção da Associação Portuguesa de Linguística.
Organizou inúmeros eventos científicos e esteve ativamente envolvido na organização de congressos periódicos em Linguística Cognitiva, como o congresso Linguagem e Cognição – A Perspetiva da Linguística Cognitiva, realizado em maio de 2000, em Braga, ou o congresso Linguagem, Cultura e Cognição: Congresso Internacional de Linguística Cognitiva, realizado em julho de 2003, também em Braga. Iniciou um projeto em semântica cognitiva em novembro de 2003, sobre "Convergência e Divergência no Léxico do Português".
Desenvolveu estudos nas áreas de Semântica, Lexicologia e Sintaxe, na perspetiva da Linguística Cognitiva. Publicou mais de três dezenas de trabalhos, de onde se destacam os seguintes títulos:
1992, "Metáfora, metonímia e lexico", in Diacrítica, Braga, CEHUM
1996, "Fundamentos Teóricos e Contributos Pedagógicos da Gramática Cognitiva", in Atas da Associação Portuguesa de Linguística1997, "A Linguística Cognitiva: uma breve introdução a um novo paradigma em Linguística", in Revista Portuguesa de Humanidades, Faculdade de Filosofia da UCP, Braga
1998, "Prototipicidad y cambio semántico: el caso ibérico de deixar/dejar", in Estudios de Lingüística Cognitiva, Alicante
1999, "Image shemas and coeherenceof the verb category: the case of the Portuguese verb deixar", in H. Cuyckens & B. Zawada, Polissemy in Cognitive Linguistics, Amsterdam: J. Benjamins
1999, "Causation, Permission and negation: the «letting causations» Evidence from Portuguese", in 6th International Cognitive Linguistics Conference, Estocolmo
1999, A Semântica de Deixar – uma Contribuição para a Abordagem Cognitiva em Semântica Lexical, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian
2003, "O sentido múltiplo: polissemia, semântica e cognição". In: Heloísa Pedroso de Moraes Feltes (org.), Produção de Sentido. Estudos transdisciplinares, Caxias do Sul: Editora da Universidade de Caxias do Sul.
2003, "Da semântica da construção à semântica do verbo e vice-versa". In: Ivo Castro & Inês Duarte (orgs.), Razões e Emoção. Miscelânea de estudos em homenagem a Maria Helena Mira Mateus, Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-18 10:29:40]. Disponível na Internet: