Artigos de apoio

cana-da-índia

Designação comum de plantas herbáceas do género Canna da família das Canáceas.
A cana-da-índia, Canna indica, é uma planta vivaz e rizomatoza. As suas folhas são basais, simples, inteiras e com pecíolo muito curto ou inexistente. As flores, bracteadas e hermafroditas, formam panículas terminais. O perianto está diferenciado em sépalas, livres, e pétalas lanceoladas, com coloração alaranjada ou avermelhada. O androceu inclui quatro estaminócitos grandes e de cor viva. O ovário é ínfero e com três lóculos. O fruto é uma pseudocápsula, com numerosas sementes.
A Canna indica é uma planta de interesse para a floricultura. As suas flores vistosas são muito apreciadas.
São plantas originárias da Índia e cultivadas nas regiões quentes para aproveitamento do seu rizoma que é rico em fécula. Esta espécie encontra-se ainda na América Central.
A Canna indica é também conhecida por araruta-bastarda, conteira e roca-viana.
A espécie Phyllostachys bambusoides, da família das Poáceas, também é designada de cana-da-índa, sendo conhecida ainda por bambu-gigante ou bengaleira.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-22 09:10:59]. Disponível na Internet: