Artigos de apoio

canoagem

A canoagem é um desporto que tanto se disputa em águas tranquilas como bravias e há dois tipos de embarcação, a canoa e o caiaque.
As primeiras canoas surgiram na América do Norte e eram utilizadas pelos índios do Canadá, que chamavam pirogas às suas embarcações, abertas em cima e revestidas com pele de animais, as quais utilizavam para se deslocarem ao longo dos rios.
As canoas eram, basicamente, troncos esventrados e afiados à frente para cortar a água. Também os esquimós utilizavam umas embarcações fechadas, feitas com osso de baleia e pele de foca. As primeiras deram origem às canoas do tipo canadiano e as segundas aos caiaques, ambas utilizadas atualmente em competição.
A primeira canoa de competição surgiu durante a Guerra Civil Americana (1861-1865) pela mão do advogado escocês John McGregor. A canoa, do tipo caiaque, tinha o nome de Rob Roy e foi utilizada pelo escocês para expedições em rios e lagos. Quando, em 1865, John McGregor regressou à Grã-Bretanha fundou em Londres o Royal Canoe Club, que três anos depois já contava com 300 sócios. Os clubes e as competições começaram a multiplicar-se e, em poucos anos, a canoagem passou a ser um desporto muito popular. Refira-se que, na Europa, os revestimentos com pele de animais foram substituídos por outros em lona.
A popularidade da modalidade levou a que em 1924 fosse fundada a Federação Internacional de Canoagem (ICF) e, nesse mesmo ano, em Paris, surgiu pela primeira vez no programa dos Jogos Olímpicos, embora apenas para exibição. Em 1933 nasceram os Campeonatos das Europa e a inclusão oficial no programa dos Jogos aconteceu na edição de 1936, que decorreu na Alemanha, onde houve provas masculinas. As provas femininas só foram admitidas em 1948, nos Jogos Olímpicos de Londres.
Foi ainda na década de 30 que se começou a praticar a canoagem em águas bravias e o slalom. Em 1938 realizaram-se os primeiros Campeonatos Mundiais que, a partir de 1970, começaram a ter uma periodicidade anual, exceto no ano em que têm lugar os Jogos Olímpicos. Os Mundiais de Slalom são bienais desde 1949 e os de águas bravias desde 1959. Em 1988, foi instituída uma Maratona Mundial, que teve a primeira edição em Nottingham, Inglaterra.
A primeira grande figura mundial da canoagem desportiva foi o sueco Gert Fredriksson, que, entre 1948 e 1956, ganhou seis medalhas de ouro olímpicas nas vertentes individual e de equipa. Contudo, foram os países de Leste, nomeadamente a extinta União Soviética, quem dominou a disciplina desde a Segunda Guerra Mundial, embora também França, Alemanha, Itália, Suécia e Noruega se apresentassem regularmente com representações fortes.
Terá sido ainda na década de 30 que em Portugal a canoagem se começou a difundir, através da descida de rios, atividades de aventura e, até, algumas competições. O entusiasmo com esta modalidade cresceu, aparentemente, a partir do momento em que foi organizada uma descida do Rio Douro efetuada por remadores espanhóis.
Contudo, só em 1979, a 10 de março, foi fundada a Federação Portuguesa de Canoagem, com a participação dos clubes CDUP, Ginásio Vilacondense, GICA, A. C. Mocidade e A. C. Fermentelos. Três anos depois, Portugal passa a ser membro da ICF no Congresso de Belgrado, na Jugoslávia.
Os eventos olímpicos masculinos incluem o K2 (caiaque pares) para 1000 e 500 metros, K1 (caiaque individual) para 1000 metros e 500 metros, K4 para 1000 metros, C1 (canadiano) 1000 metros e 500 metros, C2 1000 e 500 metros. Em femininos, há provas de K1, K2 e K4, todas de 500 metros.
As canoas do tipo canadiano são movidas com um remo só com uma pá e o atleta coloca-se na embarcação com um joelho apoiado. O caiaque, descendente das embarcações dos esquimós, é movido com um remo de dupla pá, situadas em cada ponta.
As provas tanto decorrem em águas bravias, com obstáculos artificiais e naturais, como em água quieta, com provas de 500 e 1000 metros em linha reta e 10 000 metros em circuito. Há ainda o slalom em rio rápido, que tem o máximo de 600 metros de extensão e 25 obstáculos a tornear.
O tamanho das embarcações varia entre os 4 metros (C1 e K1 de slalom) e os 11 metros (K4). As canoas canadianas e os caiaques de velocidade são feitos de madeira envernizada e o caiaque de slalom de fibra de vidro.

1

2

3

4

5