Artigos de apoio

capacidade térmica mássica

A capacidade térmica mássica é uma grandeza física dada pelo quociente entre o calor fornecido por unidade de massa de uma substância e a sua elevação de temperatura, isto é, corresponde à energia que é necessário fornecer à unidade de massa de uma substância, para que a sua temperatura se eleve de um grau.
Esta grandeza física representa-se pela letra c e no Sistema Internacional de Unidades (S.I.) exprime-se em (J/(kg ´ K)), em que J representa joule (unidade S.I. de energia), kg representa quilograma (unidade S.I. de massa) e K representa kelvin (unidade S.I. de temperatura).
No entanto, na prática, também é muito usual exprimir-se a capacidade térmica mássica em (cal/(g ´ ºC)), em que cal representa calorias, g, gramas e ºC, graus Celsius.
A determinação da capacidade térmica mássica é de grande importância, uma vez que possibilita a previsão da quantidade de energia que é transferida por cada unidade de massa, quando a temperatura varia de um grau.
A água possui um valor de capacidade térmica mássica muito elevado, quando comparado com outras substâncias. Isto significa que ela tem que absorver muito calor para aquecer e também tem que libertar muito calor para arrefecer. É devido a este facto que a água atua como regularizadora do clima e, como tal, junto ao mar as amplitudes térmicas são baixas.

1

2

3

4

5