Artigos de apoio

Conquista do Oeste Americano

Após a declaração da independência dos Estados Unidos sobre a potência colonial britânica, os americanos empenharam-se na organização do estabelecimento de um governo federal comum. A primeira metade do século XIX foi marcada pela formação do território e pela estruturação política dos Estados Unidos, com a inclusão da Lousiana (Vale do Mississípi), que pertencia a França, no ano de 1803, da Florida espanhola, da anexação do Texas em 1845, do Novo México e da Califórnia, depois da Guerra do México em 1848, e a reunião do Estado de Orégão em consequência duma partilha com Inglaterra em 1846. As fronteiras da confederação estenderam-se ao oeste e a sul, até ao Pacífico e ao mar das Antilhas, aumentando o número de Estados de 13 para 31.
A nível interno, a vida política caracterizava-se então pela alternância governativa dos republicanos centralistas e dos democratas. Os primeiros estiveram 25 anos no poder, de 1800 a 1825; o seu presidente, Monroe, proferiu em 1823 a célebre frase: "A América aos americanos". Em 1829 chegou a vez dos democratas, o partido do presidente Jackson, que se iriam manter no poder até 1837.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-18 03:59:51]. Disponível na Internet: