Artigos de apoio

Fantasporto

Considerado por muitos críticos como um dos melhores festivais de cinema do Mundo, o Fantasporto, também conhecido pelo diminutivo Fantas, corresponde ao Festival Internacional
de Cinema do Porto, ocorrendo anualmente nesta cidade. Lançado em 1981, ainda como Mostra de Cinema Fantástico, tornou-se desde então um dos eventos culturais cinematográficos mais falados e esperados, sobretudo pelos apreciadores do cinema imaginário. Em 1983, o Fantasporto abriu a sua secção competitiva ao thriller e ao mistério, transformando-se num espaço aberto às mais diversas tendências do cinema. Organizado normalmente em três partes distintas - retrospetiva, competitiva (sessão oficial) e informativa (sessão dos "Novos Realizadores", criada em 1991 e vocacionada para primeiros trabalhos), o Festival mostra, sobretudo, o que não é exibido nos circuitos comerciais e assume-se como um espaço privilegiado para o lançamento de novas obras cinematográficas.
Em paralelo à projeção de filmes e documentários, a organização deste festival é responsável habitualmente por outro tipo de iniciativas de carácter cultural, lúdico e artístico como as já famosas noites de música, Fantas Sound e Baile dos Vampiros, exposições, conferências, concurso de cartazes e edição de livros monográficos e/ou temáticos. Foram editados, por exemplo, Horror Show I, II, de Lauro António; Cronenberg, de Pedro Garcia Rosado; 1893-1993: Pequena história de uma arte que é também uma indústria, de Mário Dorminsky; Frankenstein, de Beatriz Pacheco Pereira; e ainda um livro de contos fantásticos, em comemoração dos 25 anos do festival, escrito por vários autores como Rui Reininho, Beatriz Pacheco Pereira, António Rebordão Navarro, Rui Zink, Pedro Bandeira Freire, Lauro António, Nuno Markl, António Pascoalinho, Edgar Pera e Hélder Pacheco.
Estima-se, aquando da edição de 2005, ao comemorar as bodas de prata, que o Fantasporto tenha exibido, ao longo da sua existência, mais de 5000 longas e curtas metragens inéditas em Portugal, registando cerca de 100 000 espectadores por edição.

Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-18 09:31:44]. Disponível na Internet: