Artigos de apoio

indicadores químicos

Os indicadores químicos são substâncias através das quais é possível observar o desenvolvimento de uma reação química.
Estes, utilizam-se sobretudo na determinação do ponto de equivalência em análise volumétrica e são denominados de indicadores de pH ou indicadores ácido-base ou ainda de neutralização.
Estes indicadores, em contacto com soluções ácidas ou alcalinas, mudam de cor, sendo por este facto ainda hoje utilizados para indicar o carácter ácido ou alcalino de uma solução.
O uso de indicadores remonta ao século XVII, quando Robert Boyle (1627-1691), reconheceu que corantes vegetais mudavam de cor em contacto quer com soluções ácidas quer com soluções alcalinas. Deste modo, Boyle classificou como ácidos todas as substâncias que tornassem vermelha a tintura azul de tornesol (indicador) e como bases todos os compostos que restituíssem a cor azul ao tornesol.
Dentro dos indicadores de pH, os mais frequentemente utilizados são: a fenolftaleína, o tornesol e o indicador universal.
A fenolftaleína é um corante orgânico sólido, branco, insolúvel em água, mas solúvel em álcool etílico, originando uma solução incolor.
O tornesol é um corante orgânico sólido e azul constituído por extratos de líquenes. Apresenta-se em solução aquosa nas cores roxo, azul e vermelho.
O indicador universal é uma mistura de vários indicadores, uns naturais outros sintéticos. Sendo mais sensível que o tornesol e a fenolftaleína, apresenta uma maior variedade de cores consoante a acidez ou basicidade da solução.
Existem ainda outros tipos de indicadores como os indicadores metalocrómicos que se utilizam para determinar concentrações de iões metálicos, formando com eles complexos corados (por exemplo, negro de eriocromo), indicadores redox que mudam de cor quando se atinge um determinado potencial de oxirredução (por exemplo o azul de metileno) e ainda os indicadores de adsorção, ou de Fajans, que indicam o ponto de equivalência em análises por precipitação através de uma coloração característica do precipitado (por exemplo, fluoresceína e eosina).

1

2

3

4

5