Artigos de apoio

João Baião

Apresentador de televisão e ator português, João Baião nasceu a 10 de agosto de 1963, na Buraca. Na infância jogou futebol, praticou ginástica de competição e fez parte de um corpo de escuteiros. Desde pequeno que gosta de representar e já quando frequentava os escuteiros dirigiu uma secção de teatro. Depois, em conjunto com o irmão, fez parte de um grupo teatral amador.
Escreveu mais tarde uns textos de café-concerto e com eles venceu um concurso organizado por um bar. Acabou por ser convidado para fazer testes para o Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, para a peça Mãe Coragem, tendo ficado com o lugar. A seguir, foi convidado por Irene Cruz e João Lourenço para fazer parte do elenco do Novo Grupo, no Teatro Aberto, também em Lisboa. Ao mesmo tempo, começou a desempenhar pequenos papéis em séries televisivas.
João Baião continuou a apostar na escrita e escreveu outro café-concerto. O encenador Filipe La Féria gostou do seu trabalho e convidou-o a trabalhar com ele no Teatro Aberto, onde esteve quatro anos. Daí, passou para o Teatro Experimental de Cascais.
A fama de João Baião a nível nacional surgiu a partir do momento em que passou a apresentar o programa "Big Show SIC", no canal privado de televisão SIC, a partir de 1992. O programa, essencialmente de variedades e entretenimento, apostava muito em artistas portugueses e era apresentado por Baião a um ritmo muito animado, pouco comum para a época na televisão portuguesa.
Durante vários anos, foi uma das caras mais conhecidas da SIC, mas em finais de 2000 acabou por sair e passar para o Canal 1 da Radiotelevisão Portuguesa.
Na estação estatal, Para além de ser um dos membros do juri do programa "Dança Comigo", produziu e apresentou os programas "Sábado à Noite" e "João Baião", mas não voltou a ter as audiências que tinha quando estava na SIC.
Paralelamente à carreira de apresentador e ator, João Baião também escreveu letras para grupos como os Excesso, Anjos, D'Arrasar, Xanadu, Milénio e Delirium e para a cantora Cláudia.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-22 08:28:25]. Disponível na Internet: