Artigos de apoio

Littré

Lexicólogo e filósofo francês, discípulo de Comte, Maximilien Paul Émile Littré é o divulgador do positivismo através do jornal National, onde traduziu obras de grandes mestres do pensamento. De família modesta, depois de, por dificuldades financeiras, interromper os estudos de medicina devido à morte do pai, dedicou-se às letras e às ciências.
Republicano, Émile Littré torna-se membro do conselho municipal de Paris após a Revolução de 1848. Em 1871, é eleito deputado e torna-se membro da Academia Francesa. Três anos depois é senador.
Tradutor das obras de Hipócrates, Littré colabora na História da Literatura de França. Em discordância com algumas atitudes e pensamentos do seu mestre Augusto Comte, torna-se um positivista dissidente. Crê-se que nos últimos anos de vida deixou o ateísmo e se converteu ao catolicismo.
Entre obras diversas de filosofia, como Fragmentos de filosofia positiva e de sociologia contemporânea, celebrizou-se com o grande Dicionário da Língua Francesa (1863-1872), em 5 volumes.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-22 04:56:28]. Disponível na Internet: