Artigos de apoio

Los Angeles

A cidade fica situada numa zona abatida, sendo rodeada por várias cordilheiras, a norte pela montanha de San Vicent e pelo monte Hollywood, a este pelo San Gabriel Canyon, que dá acesso ao deserto de Mojave, e a sudeste pela Puente Hills.
Em 1769, o explorador espanhol Gaspar de Portalá chegou ao território que integra Los Angeles e começou a sua povoação; passados 12 anos foi fundada a cidade com a designação de El Pueblo de Nuestra Señora de Los Angeles de Porciuncula, ficando localizada próximo do rio de Los Angeles e servindo várias vezes como capital colonial espanhola da província da Alta Califórnia. Em 1821, os mexicanos apoderaram-se deste território e em 1846 a cidade foi capturada por forças norte-americanas.
O maior desenvolvimento da cidade foi impulsionado pela abertura de duas linhas de caminho de ferro: a do Sudeste do Pacífico (1876) e a de Santa Fé (1885), e ainda pela descoberta de petróleo nos finais do século XIX.
Durante a Segunda Guerra Mundial, Los Angeles desenvolveu-se como um centro de produção de munições e de mantimentos de guerra, altura em que centenas de imigrantes, nomeadamente negros americanos, imigraram para a cidade no intuito de trabalharem como operários na indústria.
Depois da guerra, o desenvolvimento suburbano foi exponencial e a cidade, apesar de ter prosperado, passou por vários problemas, nomeadamente étnicos, como, em 1965, uma revolta racista que decorreu na comunidade negra de Watts e vitimou cerca de 34 pessoas, destruindo parcialmente esta comunidade. Nos anos 80, surgiram ainda outros problemas, como o tráfico de droga.
Em 1990, a população hispânica da área metropolitana de Los Angeles representava cerca de 40% da sua população e a asiática cerca de 10%.
Aliado as estes problemas sociais, ocorreu em 1994 um terramoto, cujo centro se localizava em Northbridge, um pouco a norte de Los Angeles, que vitimou cerca de 72 pessoas e provocou prejuízos no valor aproximado de 25 biliões de dólares.
O porto da cidade proporciona a dinamização do comércio estrangeiro e a economia da cidade baseia-se numa grande variedade industrial, incluindo a agroindústria, a indústria aerospacial, de refinação de petróleo e a cinematográfica, esta última localizada precisamente em Hollywood.
É caracterizada como uma cidade de diversidade étnica e cultural, sendo assim promovida a imagem da cidade, por exemplo, em 1997 foi inaugurado o Getty Centre, um grande complexo artístico e cultural que conta, anualmente, com milhares de visitantes.
Los Angeles possui ainda vários atrativos culturais, como o Museu de Arte Contemporânea e o Museu de História e de Ciência, entre outros, e ainda atrativos recreativos e de lazer como Grifith Park, que é um dos maiores parques urbanos do Mundo e contém um zoológico, um planetário e a Disneyland.
Na cidade existem também várias universidades, como a University of Southern California, a Loyola Marymount University e a Pepperdine University.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-22 04:11:17]. Disponível na Internet: