Artigos de apoio

megacariócito

Os megacariócitos são uma das células envolvidas no processo de produção dos elementos celulares que compõem o sangue, estando localizados na medula óssea, local de intensa atividade hematopoiética. Os megacariócitos são células gigantes polinucleadas que dão origem às plaquetas sanguíneas.
As plaquetas, também designadas por trombócitos, estão envolvidas no processo de formação do coágulo, estrutura que bloqueia os cortes ou ruturas que surgem nos vasos sanguíneos, impedindo ou bloqueando as hemorragias. As plaquetas são pequenas partículas anucleadas, com dimensões (diâmetro) entre 1.5 e 4 m m que, no entanto, no processo de formação do trombo, podem aumentar diversas vezes, até aos 50 m m. Existem cerca de 150 mil a 300 mil plaquetas por cada l de sangue, sendo estas os elementos celulares de menores dimensões deste fluido, com um tamanho muito inferior ao das hemácias e dos glóbulos brancos.
Os megacariócitos formam-se a partir de células indiferenciadas da medula óssea, as quais originam também os glóbulos vermelhos e brancos. A partir de uma célula reticular primitiva diferencia-se um hemocitoblasto (megacarioblasto), uma célula com elevada totipotencialidade, já que é capaz de originar diferentes elementos celulares sanguíneos, de entre os quais o megacariócito. Este, por sua vez, sofrerá diversas fases de maturação.
Inicialmente imaturo, o megacariócito (também designado por promegacariócito, nesta fase) iniciará uma série de divisões celulares replicativas, não acompanhadas por divisão citoplasmática. Este processo conduzirá a uma célula com um grande volume e um número de cromossomas múltiplo do inicial, podendo ir até aos 32n. O megacariócito maduro torna-se granular, devido à emissão de septos para o interior da célula, que vão delimitar pequenas porções citoplasmáticas, envoltas por uma membrana dupla, que é ainda envolta pela membrana celular, antes de se destacarem da célula-mãe, formando-se assim as plaquetas, que se libertam para a corrente sanguínea, onde permanecem cerca de 10 dias, antes de serem destruídas no baço e substituídas por outras recém-formadas.
Cada megacariócito pode originar cerca de 2000 a 3000 plaquetas.


1

2

3

4

5