Artigos de apoio

Mongólia

Geografia
País da Ásia Oriental. Situado entre a Rússia, a norte, e a China, a sul, abrange uma área de 1 564 116 km2. As principais cidades são Ulan Bator, a capital, com 819 400 habitantes (2004), Darhan (70 900 hab.), Choybalsan (45 000 hab.), Erdenet (73 600 hab.) e Ölgiy (30 200 hab.).
O Sudeste do país integra o deserto de Gobi. A metade ocidental da Mongólia é muito mais montanhosa do que a metade oriental.

Clima
O clima é desértico, frio e continental, com invernos extremamente longos, frios e secos, e verões curtos e quentes.

Economia
A pastorícia continua a ser a atividade dominante, tendo a sua maior expressão nas estepes que circundam o deserto de Gobi. As culturas dominantes são os cereais, a batata e os legumes. Os recursos mineiros mais importantes são o cobre, o molibdénio, o ouro, o carvão, o chumbo, o zinco, o urânio, o ferro, o estanho, a fosforite, o volfrâmio, a fluorite e as pedras semipreciosas. Embora a indústria se encontre pouco desenvolvida, a produção engloba os produtos alimentares, o calçado, os artigos de vestuário e os produtos de madeira. As importações são constituídas pela maquinaria, pelo equipamento para transportes, pelos combustíveis e pelos produtos alimentares. Os principais parceiros comerciais da Mongólia são a Rússia, o Japão, a Suíça e a China.
Indicador ambiental: o valor das emissões de dióxido de carbono, per capita (toneladas métricas, 1999), é de 3,2.

População
A população da Mongólia era, em 2006, de 2 832 224 habitantes, o que corresponde a uma densidade de aproximadamente 2 hab./km2. As taxas de natalidade e de mortalidade são, respetivamente, de 21,59%o e 6,95%o. A esperança média de vida é de 64,89 anos. O valor do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,661 e o valor do Índice de Desenvolvimento ajustado ao Género (IDG) é de 0,659 (2001). Estima-se que, em 2025, a população seja de 3 631 000 habitantes. As etnias principais são a mongol khalkha (79%), a cazaque (6%) e a mongol dorbed (3%).Os budistras tântricos (lamaístas) representam 96% da população e os muçulmanos correspondem a 4%. A língua oficial é o mongol.

História
Com o fim do regime czarista na Rússia, em 1917, a Mongólia passou a ser controlada pela China. Foi invadida em 1920, durante a Guerra Civil Russa. Um ano depois, os chineses foram expulsos da Mongólia. Em 1924, foi proclamada a República Popular da Mongólia, instalando-se o partido comunista. O país passou a ter uma grande proximidade política, económica, cultural e ideológica com a Rússia. Durante as décadas de 1960 e de 1970 as relações entre a Mongólia e a China foram-se deteriorando. As tensões só acabaram em 1986, quando as relações diplomáticas foram estabelecidas. Em 1990 e 1991, a Mongólia aderiu às mudanças democráticas no leste da Europa e na União Soviética, tendo vencido o PRMP (Partido Revolucionário do Povo da Mongólia) nas primeiras eleições multipartidárias de julho de 1990. Contudo, à medida que o tempo passava o MPRP foi perdendo terreno e nas eleições de 1996 foi derrotado pela DUC (Coligação da União Democrática). Após quatro anos de reformas no sistema económico e político, o MPRP ganhou as eleições legislativas de 2000. O regime é multipartidário e o primeiro-ministro governa com uma Assembleia legislativa.

1

2

3

4

5