Artigos de apoio

mudança cultural

Processo de adaptação de uma cultura às exigências do seu meio ambiente. Exige a interação desse grupo com outros, que lhe são exteriores.
A mudança cultural é um fenómeno que se produz intensamente nas atuais sociedades, de tendência multicultural e cada vez mais acentuada, dada a rapidez do ritmo a que vivem e dos convívios externos a que estão sujeitas. Ela é o resultado dessa convivência e a prova do progresso, o qual atesta o carácter não estático das culturas, que evoluem ao longo do tempo, fazendo a História dos povos. A mudança cultural começou a fazer-se sentir com mais força, ao mesmo tempo que se geraram numerosos processos de aculturação, coincidindo com a passagem das estruturas rurais a urbanas e das estruturas agrárias a industriais. A avultada deslocação de pessoas dos meios menos desenvolvidos para os mais desenvolvidos, que esse fenómeno acarreta, vai alterar o status quo da sua vida, obrigando-as a desenvolver estratégias de adaptação ao novo meio social e laboral. Hoje em dia, o fenómeno é já tão corrente que se considera que uma cultura se torna obsoleta quando não é capaz de resolver eficazmente os problemas atuais do seu grupo, caindo na desatualização. Há, por vezes, casos de grupos que, a partir de certa altura, deixam de ser coesos culturalmente, devido a opções culturais opostas tomadas pelos seus membros. Uma cultura nessas condições, revelando-se uma cultura que não identifica o grupo e com a qual uma parte dos elementos do grupo não se identifica, só tem uma solução: consciente do perigo de desmoronamento que corre o grupo, este terá de procurar alguém que lidere uma mudança cultural capaz de voltar a torná-lo coeso. Essa mudança terá de passar obrigatoriamente por uma revisão e uma consciencialização da história do grupo, por uma nova orientação das crenças e dos valores orientadores do grupo, muito provavelmente ainda pela criação de novos rituais ou/e de novas linguagens que reorientem e deem resposta às questões de identidade do grupo. Se tal não for conseguido, é porque não há uma vontade efetiva de conservar o grupo com essa identidade, não se tendo desenvolvido esforços no sentido de uma interação grupal geradora de entendimento com vista à renovação cultural, e aí o grupo deixa de ter os mesmos objetivos, os mesmos valores, sendo o mais certo desfazer-se.
A mudança cultural é, hoje, um dos campos que mais ocupa a Sociologia e a antropologia aplicada, porque ela é particularmente evidente em certos meios, tais como nos processos adaptativos dos imigrantes que partiram de meios rurais e chegaram às cinturas das grandes cidades. Também acontece nas culturas rurais manifestando um certo isolamento, mas que vão sofrendo o impacto dos meios de comunicação, especialmente da televisão. O mesmo se passa na mudança de contexto cultural que vive o crescente número de estudantes que vai fazer os seus estudos, ou parte deles, para o estrangeiro. Ocorre ainda nas mudanças que acarretam a adaptação às novas tecnologias, sobretudo por parte das faixas menos jovens.
O conceito de mudança cultural também se adota em relação ao mundo empresarial, sempre que alguma empresa esteja a sucumbir por inadaptação às exigências do mundo atual, tendo de reconverter-se, se quiser salvar-se, para o que terá de utilizar estratégias de mudança da cultura da empresa.

1

2

3

4

5