Artigos de apoio

Norbert Elias

Sociólogo alemão, Norbert Elias nasceu em 1897, na então cidade alemã de Breslau (atual Wroclaw, Polónia), e veio a falecer em 1990, nos Países Baixos, onde passou a fase final da sua vida. Com formação de base nas áreas da medicina, filosofia, psicologia e sociologia, lecionou na Universidade de Heidelberg (1924-29) e na Universidade de Frankfurt (1939-33), onde teve Karl Mannheim por colega. A ascensão do nazismo forçou-o a abandonar a Alemanha em 1933, tendo-se estabelecido na Grã-Bretanha após uma passagem por Paris. Só voltou a lecionar após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando aceitou os convites da Universidade de Leicester (1954-62), da Universidade do Ghana (1962-64) e do Zentrum für Interdisziplinare Forschung em Bielefeld, na Alemanha.
A obra que lhe granjeou seguidores teve um impacto mínimo quando da sua primeira publicação em 1939; trata-se de Über der Prozess der Zivilisation. Nesta, o autor analisa a formação e a consolidação dos estados na Europa e inter-relaciona-a com as alterações nos padrões individuais de comportamento e de personalidade, recorrendo a interessantes fontes ilustrativas, como sejam as das regras de etiqueta. Esta interdependência entre os indivíduos e a sociedade em que vivem é recorrente nas obras de Elias e as suas consequências teóricas correspondem à linha da figurational sociology com a qual o autor se identifica. As influências de Max Weber e de Freud são detetáveis na sociologia de Elias.
As suas obras principais: Über der Prozess der Zivilisation (1939); Die Höfische Gesellschaft (1969); Was istSoziologie? (1970); The Loneliness of Dying (1982); Involvement and Detachment (1986); Die Gesellschaft der Individuen; Studien über die Deutschen (1989).
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-21 12:03:43]. Disponível na Internet: