Artigos de apoio

Núbia

Nome dado à região que se situa no Norte de África, em cada um dos lados do Nilo, na zona que faz fronteira entre o Egito e o Sudão. Entre a primeira e a segunda cataratas do Nilo fica a Baixa Núbia, e entre a segunda e a sexta cataratas a Alta Núbia.
Nesta região, do vale do Nilo e do seu afluente Atbara, pratica-se uma agricultura de regadio onde abundam culturas do algodão, da palmeira tamareira, da cana-de-açúcar, da bananeira, etc. As regiões adjacentes são contudo desérticas.
A Núbia, no tempo dos faraós, era conhecida por País de Cuxe. Foi conquistada pelo faraó Zer, da primeira dinastia. O reino de Cuxe tinha então como capital Carm. Na Núbia foram edificados muitos templos por ordem dos faraós, dos quais se destaca o de Abu Simbel, erigido por Ramsés II. Nos últimos tempos da história faraónica, os reis do Norte foram também reis do Egito. Nesta altura, a capital do Egito era Napata. Os soldados núbios lutaram nos exércitos de Roma e Cartago. Em 23 d. C., Petrónio invadiu Napata e derrotou o reino meroítico. No século VI, os Naboteus converteram-se ao cristianismo. Em 652 a Núbia foi conquistada pelos muçulmanos tendo estes tomado o Reino de Dongola, que permaneceu como reduto cristão até ao século XIV, altura em que foi subjugado pelos mamelucos do Egito. Atualmente, a Núbia divide-se pelo Egito, a norte, e Sudão, a sul.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-21 08:30:27]. Disponível na Internet: