Artigos de apoio

ponto crítico de vendas

No desenvolvimento das suas atividades de exploração, investimento, financiamento, etc., as empresas incorrem num conjunto de custos, de diversa ordem, que são um fator necessário para a obtenção dos proveitos e das receitas associados a essas atividades. Um dos objetivos essenciais das empresas em termos de gestão, como é natural, é que os proveitos e as receitas ultrapassem os custos e as despesas, na medida em que tal situação configurará por certo a obtenção de um resultado positivo.
No respeitante à estrutura de custos, é possível estabelecer, de acordo com um critério de natureza, uma distinção fundamental entre custos fixos e custos variáveis. Genericamente, os custos fixos correspondem a encargos que as empresas têm de suportar independentemente do volume de vendas e/ou produção que obtiverem. Como exemplos de custos fixos podemos ter a renda de um edifício utilizado pela empresa e outros custos por ela suportados, mesmo que o seu volume de produção ou vendas seja nulo.
Os custos variáveis têm uma natureza diferente, caracterizando-se pelo facto de estarem diretamente associados ao volume de vendas ou produção, variando diretamente com esses valores.
A estrutura de custos de uma empresa é assim um item de extrema importância para toda a sua gestão.
Tendo em conta o referido, o facto de uma empresa conhecer a sua estrutura de custos implica que possa conhecer qual a quantidade de produtos ou serviços que necessita de vender por forma a cobrir exatamente o valor da totalidade dos seus custos, sejam eles fixos ou variáveis. Essa quantidade corresponde ao ponto crítico de vendas ou breakeven point, representando o ponto a partir do qual a mesma empresa passa a obter um resultado positivo em termos de diferença entre proveitos e custos. Da mesma forma, para quantidades vendidas abaixo do ponto crítico a empresa obterá prejuízos.
Para a obtenção do ponto crítico de vendas em termos de valor terá de se multiplicar o ponto crítico em quantidade pelo preço de venda.
Em termos práticos, o ponto crítico de vendas é obtido igualando a zero a diferença entre os proveitos (representados pelo produto entre a quantidade vendida e o preço de venda unitário) e os custos (variáveis, representados pelo produto entre a quantidade vendida e o custo variável unitário, e fixos, representados precisamente pelo seu valor que tem de ser conhecido).
A utilização do conceito de ponto crítico das vendas é frequente ao nível da gestão no sentido de possibilitar desde logo a avaliação da situação de uma empresa face a esse ponto. Além disso, este conceito é utilizado na análise do risco de projetos de investimento (quanto maior for, maior o risco do projeto) e como indicador da formação do preço de venda.

Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-20 02:16:35]. Disponível na Internet: