Artigos de apoio

reparação (psicologia)

Reparação é um termo psicanalítico criado por Melanie Klein, e assinala um desejo de o bebé restaurar o objeto materno existente dentro de si.
A reparação é um mecanismo especifico da posição depressiva quando o bebé introjecta o objeto total, unificado, ao mesmo tempo bom e mau e simultaneamente amado e odiado. O bebé percebe a mãe como objeto total e separada de si e sente culpa pelos seus fantasmas de destruição e de ataque ao corpo da mãe. Assim, surge o anseio de restaurar e reparar o mal que lhe fez. Pelas fantasias e atividades reparadoras, a criança supera a culpabilidade e as angústias que resultam dos seus fantasmas destrutivos, procurando preservar a integridade do corpo da mãe. Com a reparação, torna-se capaz de experimentar, por exemplo, uma privação sem ser dominado pelo ódio, pois o amor pode restaurar aquilo que o ódio destruiu. Este mecanismo é uma forma de adaptação e permite que o bebé construa e assimile internamente um objeto estável, o que contribui para o desenvolvimento de um ego saudável.

Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-21 08:30:47]. Disponível na Internet: