Artigos de apoio

sinonímia

Relação semântica estabelecida entre lexemas da mesma categoria morfossintática que possuem significado equivalente. Esta propriedade implica também que os termos sinónimos sejam substituíveis em alguns contextos.

Existem vários tipos de sinonímia:

Sinonímia Total e Absoluta (na TLEBS – Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário: Total): tipo de sinonímia em que os lexemas possuem a mesma denotação e conotação e em que existe comutabilidade entre os lexemas no mesmo contexto. Este tipo de sinonímia é mais frequente na terminologia técnica:

i) Tenho uma consulta no dentista/ estomatologista.
ii) O /p/ é uma consoante surda/ não vozeada/ áfona.
iii) Amanhã é o deadline/ prazo para a entrega do trabalho.
iv) Esta palavra é proparoxítona/ esdrúxula.

Sinonímia Absoluta mas não Total (na TLEBS: Parcial): sinonímia em que há equivalência de significados mas apenas em alguns contextos.:

v) A Maria é uma principiante/ debutante em teatro.
vi) Entrou como estagiária/ aprendiz no atelier de costura.

Sinonímia Relativa: tipo de sinonímia em que os lexemas possuem o mesmo significado denotativo, podem ocorrer no mesmo contexto, mas têm diferentes conotações. Este tipo de sinonímia ocorre frequentemente na expressão de diferentes registos/ estilos:

vii) Aristóteles escreveu um livro/ tratado sobre Retórica.
viii) Onde fica o WC/ a casa de banho/ a toilette/ o quarto de banho?
ix) O meu bolinhas/ carro/ automóvel é muito seguro.
x) A polícia/ bófia mandou-me parar o carro.
xi) A minha mulher/ patroa é quem decide as finanças da casa.
xii) Estragaram-me/ lixaram-me o carro todo.

Alguns autores (R. Galisson & D. Coste) defendem que não se encontram sinónimos perfeitos na língua, uma vez que isso seria uma contradição em relação à lei da economia linguística, preferindo assim falar de quase-sinónimos, parassinónimos ou sinónimos em discurso (palavras com sentido equivalente mas não comutáveis em todos os contextos: ex - os sinónimos cordeiro/ borrego não são comutáveis no contexto "cordeiro/ (*borrego) de Deus").
Todos os autores estão de acordo a respeito de que existem motivações diferentes para a existência de sinónimos. Essas razões prendem-se geralmente com opções estilísticas (fazer/ efetuar/ realizar), dialetais (testo/tampa; boeiro/ sargeta), diastráticas/ sociais (meretriz/ concubina/ prostituta) ou eufemísticas (falecer/ morrer/ bater a bota).

Segundo a TLEBS, a sinonímia continua a significar uma relação semântica de equivalência de significado entre duas palavras.
Apenas considera dois tipos de sinonímia: as totais e as parciais.
- Totais (em vez de totais ou absolutas): palavras que podem ser substituídas, uma pela outra, em todos os contextos. Na Língua Portuguesa existem poucas sinonímias totais, estas só surgem, principalmente, no vocabulário técnico;
- Parciais (em vez de absolutas mas não totais): palavras que apenas podem ser substituídas, uma pela outra, em alguns contextos.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-19 08:39:05]. Disponível na Internet: