Artigos de apoio

Ticiano

Pintor italiano, Ticiano Vecelli nasceu numa povoação situada no sopé dos Alpes, a norte de Veneza, por volta de 1488 e morreu em 1576. Embora tivesse trabalhado no atelier de Giovanni Bellini, a influência mais decisiva na sua formação foi a de Giorgione, e dele herdou um tom de calma poesia que se manteria por alguns anos. Contudo há em Ticiano uma energia, um poder, muito claramente expressos em Triunfo da Fé (1511), uma série de gravuras em madeira. A sua reputação começou com A Assunção (1516-1518) executado para a igreja de Frari, de uma conceção formal absolutamente clássica.
Filipe II, que sucedia a Carlos V como rei de Espanha e como protetor do artista, foi o maior colecionador das suas obras. Michelangelo Buonarroti e uma viagem a Roma em 1545 refletem-se nas tendências maneiristas. De 1547 a 1550 desenvolveu o tipo de retrato nobre e simples que mais tarde veio a ser desenvolvido por Rubens e outros grandes pintores. As últimas obras constam de trabalhos inspirados em temas mitológicos.
A sua pincelada atingiu uma liberdade no tratamento das manchas e das texturas que só viria a encontrar uma contrapartida nas pesquisas dos impressionistas, alguns séculos depois.

1

2

3

4

5