Artigos de apoio

campo semântico

O conjunto das significações assumidas por uma palavra e as relações precisas que se podem estabelecer entre os termos diz-se campo semântico. Todorov (Langages) considera campos semânticos as "microestruturas" que constituem a estrutura semântica de uma língua, "no interior das quais os termos constitutivos entretecem relações precisas e formalizáveis".
O Dicionário de Termos Linguísticos (vol. II, de Maria Francisca Xavier e Maria Helena Mateus) considera campo semântico" um conjunto de lexemas ou outras unidades linguísticas que se encontram ligadas semanticamente. O termo surge muitas vezes como sinónimo de campo lexical, mas é necessário ter em consideração que este, ao contrário de campo semântico, tem uma significação menos ampla, pois designa apenas conjuntos de lexemas".
As associações possíveis entre palavras que se relacionam por significado, símbolo, conotação ou mesmo um aspeto rítmico, contribuem para a compreensão e leitura do texto.
Exemplos:
- campo semântico de navegar: navegar, marear, velejar, sulcar, vogar, singrar, navegar (na net)
- campo semântico que traduz o sentido genesíaco: cio, procriar, fermento, germinar, semente, semear, sexo, sémen, fecunda, seiva, parir
- campo semântico em torno do conceito de morte: dar o badagaio; bater a bota; partir; ir de esta para melhor; falecer; apagar-se; etc.

Nota:
Aparentemente parece não existir grande diferença entre campo lexical e campo semântico. No entanto, o primeiro apenas agrupa palavras referentes a uma determinada área da realidade (por exemplo, as cores do arco-íris formam um campo lexical) e o segundo organiza-se pelo sentido (valor semântico) que a palavra (ou a expressão) pode adquirir conforme o contexto em que acontece ou pelas relações precisas com um determinado significado.
Podemos, de forma prática, quase dizer, que o campo lexical remete para os significantes e o campo semântico para os significados.

1

2

3

4

5