Artigos de apoio

contaminação da água

Embora seja um recurso hídrico com carácter renovável, a quantidade de água consumida pelos seres humanos para satisfazer as suas necessidades domésticas, industriais e agrícolas aumenta de ano para ano.
Os cidadãos das nações desenvolvidas estão, na sua maior parte, convencidos de que chega abrir uma torneira para que saia água potável. Contudo, em muitos lugares do mundo, incluindo as nações desenvolvidas, a água para fins domésticos é um bem cada vez mais escasso.
Além das substâncias naturalmente dissolvidas que às vezes a tornam salobra, muita água é fortemente contaminada pelos seres humanos e pelos produtos utilizados na atividade agrícola e industrial. A poluição consiste na modificação pelos seres humanos da qualidade da água, tornando-a imprópria para um determinado fim. Existem determinados parâmetros que servem para avaliar a qualidade da água, sendo um deles a carência bioquímica de oxigénio (CBO) que se refere à quantidade de O2 dissolvido na água e que possibilita a decomposição da matéria orgânica que lá existe. Naturalmente, que quanto menor for a quantidade de O2 dissolvido maior será o nível de poluição da água.
Entre as substâncias que contaminam a água podemos considerar: pesticidas e herbicidas, mercúrio, bactérias, vírus e parasitas, metais pesados, sulfuretos, cianeto, dioxinas, etc.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-23 00:47:39]. Disponível na Internet: