Artigos de apoio

genótipo

O genótipo é a composição genética elementar de um organismo relativamente a uma ou várias características que determinam a transmissão dessas mesmas características por via hereditária. O tipo de genes de um indivíduo, o genótipo, diz respeito às características internas e intrínsecas por oposição à sua aparência exterior, que é caracterizada pelos fenótipos.
Recentes estudos científicos vieram erradicar de uma vez por todas o conceito de raça, relativo à aparência dos seres humanos. Na verdade, chegou-se à conclusão que entre dois indivíduos de aparência diferente, por exemplo um branco e um negro, ou um negro e um asiático, podem existir um maior número de genes comuns do que entre indivíduos de aparência semelhante, como dois brancos.
Uma das formas de explicar a relação entre genótipo e fenótipo é o exemplo simplista da cor dos olhos. Na verdade, dois indivíduos de olhos azuis possuem o mesmo fenótipo de olho azul, mas para além dos genes correspondentes de olhos azuis podem ter genótipos diferentes, para olhos castanhos ou verdes. Os fatores mais importantes para a determinação da hereditariedade são os genes que, localizados nos cromossomas, controlam as enzimas que vão determinar a aparência física das pessoas. Como os cromossomas, os genes existem aos pares e podem ser iguais ou diferentes relativamente a determinadas características. As homozigóticas são pessoas que têm o mesmo tipo de genes para uma determinada característica, por exemplo, olhos castanhos. Os heterozigóticos são indivíduos que possuem genes diferentes em cada cromossoma, por exemplo, um gene de olhos castanhos e um gene de olhos verdes. Um casal de homozigóticos de olhos verdes irão ter filhos com essa cor de olhos. Um casal composto por uma mulher homozigótica de olhos azuis e um homem homozigótico de olhos castanhos poderá ter filhos ou de olhos azuis ou de olhos castanhos, mas esses filhos serão sempre heterozigóticos, ou seja, possuirão genes de olhos azuis e castanhos. No caso de um casal de heterozigóticos, ambos com genes de olhos azuis e castanhos, os filhos podem ser homozigóticos, só com genes azuis ou só com castanhos, ou heterozigóticos, possuindo um gene azul e um gene castanho. Como o gene de olhos castanhos é dominante, existem maiores probabilidades de os filhos virem a ter olhos castanhos. Na verdade, o fenótipo que é a característica física visível da cor dos olhos é apenas a aparência de um dos muitos genótipos existentes no organismo. A hereditariedade baseia-se numa relação entre genes característicos, ou seja, dos vários genes dos progenitores, a criança pode herdar indistintamente de um e outro e não em bloco de um ou outro, ou seja a criança pode ter os olhos azuis da mãe e o cabelo negro do pai e a cor de pele de um dos avôs, já que este genótipo da cor da pele não se traduziu em fenótipo nos progenitores mas veio a ser transmitido à criança que o revelou como um dos seus fenótipos.

Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-20 13:39:51]. Disponível na Internet: