Artigos de apoio

gutação

A gutação é um processo de secreção de água do interior das folhas para a sua superfície através de hidátodos. Ocorre por ação da pressão radicular e leva à formação de gotículas de água na superfície foliar.
A absorção da água pelas plantas ocorre diretamente através da epiderme da raiz, em grande parte na região dos pelos radiculares. A partir destes, a água movimenta-se através do córtex, da endoderme e do periciclo, penetrando no xilema primário até às folhas, onde ocorre a transpiração. Quando a transpiração se processa de modo muito lento ou não se realiza, como durante a noite, as células da raiz podem ainda transferir iões para dentro do xilema. Em consequência, o potencial de água do xilema torna-se mais negativo, e a água penetra no xilema por osmose através das células circundantes. Deste modo, desenvolve-se uma pressão positiva, denominada pressão radicular, que força a subida da água e dos iões até às folhas. É esta pressão radicular que está na origem do processo de gutação.
As gotículas de água formadas por gutação podem confundir-se com as de orvalho, que não têm origem no interior da folha, mas resultam da condensação do vapor de água da atmosfera.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-22 21:19:40]. Disponível na Internet: