Artigos de apoio

Henry Murray

Psicólogo norte-americano, nascido em 1893 e falecido em 1988, formou-se na Escola de Medicina e Cirurgia de Colúmbia em 1919, tendo-se doutorado em Bioquímica na Universidade de Cambridge, em Inglaterra, em 1927. Foi neste ano que contactou com a corrente psicanalítica, concretamente com Carl Jung, em Zurique. Regressa aos Estados Unidos da América, ocupando o lugar de professor de Psicologia na Universidade de Harvard, passando, em 1928, a dirigir a clínica psicológica dessa instituição. Aí, dedica-se sobretudo ao estudo da personalidade, tendo publicado, em 1938, Exploration de la personalité. Nas suas pesquisas recorre a vários métodos: clínico, experimental, histórico e psicanalítico.
Foi um dos fundadores do Instituto de Psicanálise de Boston, tendo concluído uma formação que lhe permitiu praticar psicanálise.
Orienta as suas investigações para o estudo da personalidade tendo desenvolvido, com Cristiana Morgan, o Teste de Aperceção Temática (TAT), teste de personalidade ainda muito utilizado nos nossos dias. O desenvolvimento das suas pesquisas sobre a personalidade levou-o ao estabelecimento de uma teoria que denominou «personalogia».

1

2

3

4

5