Artigos de apoio

lei da inércia

A lei ou princípio da inércia foi formulada pela primeira vez em 1609 pelo físico e astrónomo italiano Galileu Galilei. Em 1687, o físico e matemático inglês Isaac Newton retomou no livro Principia Mathematica a lei postulada por Galileu e enunciou as leis que regem o movimento dos corpos, entre as quais a primeira de todas que não é mais do que a lei da inércia formulada por Galileu.
A primeira lei de Newton diz que qualquer corpo permanece em repouso, ou continua com movimento retilíneo uniforme, se sobre ele não atuar nenhuma força ou se a resultante das forças que atuam sobre esse corpo for nula.
A inércia é a propriedade fundamental de todos os corpos que permite que estes resistam a qualquer alteração do seu movimento e está relacionada com a massa destes. Deste modo, um corpo em repouso permanece em repouso, a não ser que sobre ele atue uma força exterior, e um corpo em movimento permanece em movimento retilíneo uniforme, a não ser que fique sujeito a uma força exterior.
Existem numerosos exemplos do nosso dia a dia que podem ser explicados com base na lei da inércia:
Quando um veículo trava bruscamente, os passageiros são projetados para a frente por terem tendência a continuar o seu movimento.
Do mesmo modo quando um veículo arranca de modo brusco, os passageiros são atirados para trás, sem acompanhar o movimento do veículo, por terem tendência a permanecer em repouso.
É também devido à inércia que as naves espaciais continuam a mover-se no espaço em linha reta, mesmo quando se desligam os motores e os petroleiros continuam a mover-se no oceano, cerca de 3km, após os motores terem sido desligados.

1

2

3

4

5