Artigos de apoio

registos de língua

A língua apresenta-se como património comum, principal meio e instrumento de identidade do ser humano, e unidade nacional.
A expressão "registos linguísticos" designa os diversos estilos que um falante pode (ou deve) usar de acordo com a situação comunicativa em que participa. Para além disto, as intenções e os objetivos de cada indivíduo na situação de comunicação e o seu nível social e/ou cultural condicionam o nível de língua utilizado.
Os níveis de língua são variedades de realizações da língua e dependem, assim, quer do nível cultural, do meio social ou da situação em que se encontra o emissor e do recetor a quem se dirige, quer dos estados de evolução da língua através dos tempos.
De acordo com as situações da comunicação, são várias as designações:
- A língua cuidada recorre à expressão bem elaborada; tem perfeição estrutural e precisão vocabular.
- A língua corrente (média ou normal) usa termos e estruturas correntes de acordo com a norma, com o padrão.
- A língua familiar usada nas relações do quotidiano, entre familiares ou amigos; com vocabulário pouco rigoroso.
- A língua popular revela despreocupação nas construções sintáticas e correção do vocabulário; é marcadamente oral e espontânea. Pode surgir como: regionalismo (falares característicos de certas regiões do País), gíria (expressões ou falares característicos de certos grupos profissionais e sociais) ou calão (expressões ou formas marginais, que resultam de situações particulares).
Fala-se também em língua literária, mas esta não é considerada um nível de língua. Resulta de uma preocupação artística e não se orienta para a comunicação prática. Recorre muitas vezes aos diversos níveis de língua, embora seja frequente fixar-se na língua cuidada.

Segundo alguns autores, devemos ainda considerar a existência de:
- língua técnica e científica que compreende termos técnicos e/ou científicos;
- língua mista (crioulo) que é uma mistura de línguas de comunidades diferentes. Usada com frequência quando certos povos impuseram a sua língua que acabou por se misturar com as línguas nativas.

1

2

3

4

5