Artigos de apoio

Reino das Plantas

O reino das plantas (Reino Plantæ) agrupa organismos eucariontes multicelulares, com progressiva diferenciação de tecidos, haplodiplontes e autotróficos (fotossintéticos). As plantas possuem como pigmentos fotossintéticos clorofila a, clorofila b e carotenoides e como substância de reserva o amido. As células vegetais apresentam parede celular com celulose.
Nas plantas, a reprodução é principalmente do tipo sexuada, com alternância de gerações (gametófita e esporófita) e de fases nucleares (haploide e diploide). As plantas superiores apresentam uma redução progressiva da geração gametófita e da fase haploide.
A sistemática das plantas baseia-se em várias características, nomeadamente a presença ou ausência de tecidos condutores, na existência ou não de sementes e de flores e o tipo de embrião.
A divisão das Briófitas (Bryophyta) agrupa as plantas avasculares (ex.: musgo), enquanto que as vasculares pertencem à divisão das traqueófitas (Traqueophyta).
A classe das Filicíneas (Filicinae) inclui as plantas vasculares não produtoras de sementes (ex.: fetos).
As classes das Gimnospérmicas (Gimnospermae) e das Angiospérmicas (Angiospermae) são constituídas por plantas vasculares produtoras de sementes. As gimnospérmicas são plantas que desenvolvem verdadeiras flores, enquanto que as angiospérmicas são plantas providas de flor.
Na classe das angiospérmicas distinguem-se duas subclasses, a das monocotiledóneas (Monocotiledoneae), cujas plantas produzem embriões com um só cotilédone, e a das dicotiledóneas (Dicotiledoneae), plantas que dão origem a embriões com dois cotilédones.
Como referenciar: in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [consult. 2014-12-21 16:32:54]. Disponível na Internet: