A Joia do Vice-Rei

Romance histórico de Pinheiro Chagas, de 1888, cuja ação se desenrola primeiro em Lisboa e depois na Índia, no século XVI, evocando a figura heroica de D. Francisco de Almeida, o primeiro vice-rei da Índia: "inteligentíssimo, ilustrado, ótimo político, servindo desinteressadamente a sua pátria e o seu rei, e tendo como instrumentos para as suas conquistas e para as suas vitórias esses bandos de aventureiros, todos mais ou menos fidalgos, é certo, mas que iam à Índia mais com o intuito de dourar os seus brazões do que de ilustrá-los." No prefácio, Pinheiro Chagas interpela os que exigem irrazoavelmente que o romance histórico e o romance de ficção científica se baseiem na verdade, querendo "estudar ciência nos romances de Júlio Verne" e "estudar história nos romances de Alexandre Dumas".
Como referenciar: A Joia do Vice-Rei in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 08:45:47]. Disponível na Internet: