Abadia de Monte Cassino

Abadia fundada por S. Bento de Núrsia em 529, numa montanha a norte de Nápoles (Itália). Aqui permanecerá o bastião da Ordem Beneditina, espalhando as suas ideias por todo o ocidente medieval. No século XI, época de Desiderius, este era um dos mais importantes centros da cristandade europeia. Daqui saíam não só os ensinamentos de S. Bento relativamente à cuidada distribuição dos espaços dentro de um mosteiro (local para o recolhimento mas em que o monge também devia trabalhar), mas também a estética das suas iluminuras. O mosteiro do tempo de S. Bento foi devastado pelos Lombardos em 577, sendo restaurado a partir de 717 por Petronax e Willibald. Monte Cassino foi novamente destruído por quatro vezes, empreendendo-se sempre a sua reconstrução: em 844 pelos Mouros, em 1030 pelos Normandos, em 1349 por um tremor de terra, e em 1944 pela aviação e artilharia das forças aliadas.
Atualmente, ainda se mantém no mosteiro uma comunidade monástica beneditina, que desempenha também funções culturais.
Como referenciar: Abadia de Monte Cassino in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-09 02:53:54]. Disponível na Internet: