Acédia

Convocando tradições culturais diversas, literárias e não literárias, a obra de estreia de Fernando Pinto do Amaral (autor que acompanhou de perto a evolução de percursos poéticos da contemporaneidade mais recente), publicada em 1990, distingue-se por uma poesia que coloca a tónica na expressão da perda e da tristeza, em versos cuja plurivocidade é acentuada pela rasura dos seus nexos lógicos e pelo entrecortar dos seus fios sintáticos.
Como referenciar: Porto Editora – Acédia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-03 18:44:48]. Disponível em