adaptação evolutiva

Aquisição de características por parte de um organismo ou grupo de organismos mediante as quais se encontram em melhores condições para sobreviver e reproduzir-se no seu ambiente relativamente àqueles que são desprovidos dessas características.
O mecanismo evolutivo inicia-se com as mutações que são responsáveis pelo aparecimento de novos caracteres e constituem a matéria-prima da evolução sobre as quais atua a seleção natural, mantendo as mais favoráveis. Desta maneira a seleção natural orienta a evolução num determinado sentido ao eliminar as mutações que se desviam da diretriz evolutiva. A evolução é um fenómeno biológico que não está vinculado ao indivíduo mas a uma população, e os fatores que a regulam são as mutações, a seleção natural, a deriva genética e as migrações.
A adaptação versátil e bem sucedida de uma população leva geralmente à sua distribuição alargada e à sobrevivência por longo tempo.
Os fenómenos evolutivos não se circunscrevem aos seres vivos. A evolução dos seres vivos - evolução biótica - não é mais que uma parte do contexto evolutivo do Universo. Insere-se nas transformações experimentadas pela matéria inerte - evolução química ou abiótica - até à formação dos primeiros seres vivos a partir dos quais se iniciou a evolução biológica.
Como referenciar: adaptação evolutiva in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 10:10:25]. Disponível na Internet: