adesivo (física)

Um adesivo consiste em cada um dos produtos químicos que unem entre si, por adesão, as superfícies de diversos materiais.
Os adesivos naturais são compostos orgânicos que incluem a cola de pele, a gelatina, na sua forma industrial bruta (feita a partir de ossos, fragmentos de pele de animais e restos de peixes), a goma-arábica ou o amido.
Os adesivos sintéticos ou artificiais são soluções de plásticos que incluem as resinas termoplásticas e de fixação térmica, misturas de resinas epoxídicas, endurecedores e adesivos elastométricos (adesivos que estiram). Nestes adesivos sintéticos o endurecimento dá-se por evaporação do solvente ou, no caso de adesivos de componentes, por reação química entre estes. Este último tipo de adesivos é constituído por dois componentes (adesivo e endurecedor), que, por polimerização, poliadição ou policondensação, proporcionam uma união tão sólida e firme entre as partes em contacto que se utilizam, por exemplo, na construção de aviões e pontes.
A bactéria marinha Shewanell colwellii segrega uma cola natural, o AVEP (um adesivo viscoso exopolimérico polissacárido), em grandes quantidades. Como o AVEP pode ser utilizado em condições húmidas e é resistente à água do mar, tem sido utilizado como vedante para os cascos de navios.

Como referenciar: adesivo (física) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-24 08:47:13]. Disponível na Internet: