Aeroporto de Heathrow

O Aeroporto de Heathrow, localizado nos arredores de Londres, em Inglaterra, é um dos maiores e mais movimentados do mundo. A nível de tráfego de passageiros é o mais movimentado da Europa e o terceiro do mundo, com 67,7 milhões de pessoas. A nível de passageiros de voos internacionais é o mais movimentado do mundo, segundo dados de 2005.
Heathrow fica a cerca de 25 quilómetros do centro de Londres e tem duas pistas principais paralelas, uma com 3900 metros e outra com 3660, e quatro terminais. Serve de sede à principal companhia aérea inglesa, a British Airways, assim como à Virgin e à bmi. A companhia aérea portuguesa TAP utiliza o Terminal 2 e disponibiliza voos para o Porto, Lisboa, Faro e Funchal.
O novo Terminal 5, quando estiver totalmente operacional em 2015, permitirá aumentar o movimento de passageiros para 90 milhões por ano, contra os atuais 68 milhões. A atividade aeronáutica em Heathrow começou na década de 30 e no local, na altura, eram montados e testados aviões. O aeroporto ganhou o nome de um lugarejo que existia no local, Heath Row, que foi demolido para dar lugar às pistas de aviação.
Os voos comerciais no Aeroporto de Heathrow só começaram em 1946. No primeiro dia desse ano saiu um avião de passageiros para Buenos Aires, na Argentina, que fez escala em Lisboa. A partir de 31 de maio de 1946 o aeroporto passou a servir em exclusivo a aviação civil.
Em 1953 foi inaugurado o primeiro terminal, seguindo-se outro em 1961, e um terceiro em 1968. Em 1986 foi inaugurado o Terminal 4, mais afastado dos outros três, que se tornou a base da British Airways.
O aeroporto, por estar localizado a Oeste de Londres, sujeita os aviões a ventos que os obrigam a sobrevoar a capital a baixa altitude e por estar apenas 25 metros acima do nível do mar também é propenso a nevoeiros.
O Aeroporto de Heathrow já foi palco de diversos acidentes com aviões, o mais grave dos quais ocorreu a 18 de junho de 1972 quando, pouco depois de levantar, um Hawker Siddeley Trident, da British European Airways, caiu num campo próximo, provocando a morte das 118 pessoas que seguiam a bordo. O primeiro acidente havia ocorrido a 3 de março de 1948, quando um DC3 Dakota, da Sabena, companhia aérea belga, falhou a aterragem por causa do nevoeiro, provocando a morte a 22 pessoas.
Como referenciar: Aeroporto de Heathrow in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-15 09:56:43]. Disponível na Internet: