aférese

Fenómeno fonético de supressão de um segmento no início de palavra. Trata-se de um fenómeno muito frequente que ocorreu durante a evolução do latim para o português moderno, (ver exemplos i- iii), e que ainda pode ser observado no português atual, em variantes diastráticas (ou socioletos) menos instruídas (ver exemplos iv e v) ou na oralidade (conjugação do verbo estar - ex: vi):

i) apotheca(m) > bodega e botica ii) illu(m) (no latim) > lo (no período medieval) > o
iii) episcopu(m) > bispo
iv) <letria> em vez de <aletria>
v) <inda> em vez de <ainda>
vi) <tou>, <tas>, <tá>, <tamos>, <tais>, <tão> em vez de <estou>, <estás>, <está>, <estamos>, <estais>, <estão>.
Como referenciar: Porto Editora – aférese na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-22 16:59:40]. Disponível em