Alberto dos Reis

Jurista, professor universitário e político português, nascido em 1875 e falecido em 1955, foi catedrático da Faculdade de Direito de Coimbra onde desenvolveu toda a sua carreira docente, tendo sido seu diretor bem como vice-reitor da universidade. Foi no Direito Processual Civil que granjeou toda a sua reputação nacional e internacional, tendo exercido uma influência decisiva na preparação da denominada "Reforma do Processo Civil". Entre 1933-35, foi o responsável pela elaboração do projeto de um novo código que culminou com a aprovação do Código de Processo Civil de 1939.
Foi um reconhecido anotador de textos legais e comentador de jurisprudência sobre Processo Civil, e um notável jurisconsulto, o que levou a Ordem dos Advogados a conceder-lhe o título de "advogado honorário". É autor de inúmeras anotações, artigos, estudos e lições em variadíssimas publicações nacionais e estrangeiras.
Como político, foi nomeado, em 1931, vogal do Conselho Político Nacional e, dois anos mais tarde, tornou-se membro vitalício do Conselho de Estado. Dirigente da União Nacional, em 1934, presidiu à Assembleia Nacional do Estado Novo, entre 1934 e 1945. A partir de 1946 dedicou-se, apenas, à advocacia até ao fim da sua vida.
De entre as suas obras pode-se destacar: Código de Processo Civil Anotado (6 volumes), Comentários ao Código de Processo Civil (3 volumes) e Processo de Execução (2 volumes).
Como referenciar: Alberto dos Reis in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-20 22:43:03]. Disponível na Internet: