Artigos de apoio

álcool

Os álcoois são compostos orgânicos que derivam estruturalmente dos hidrocarbonetos alifáticos (cadeia aberta) ou aromáticos substituindo um átomo de hidrogénio por um grupo hidroxilo, OH.
O nome dos álcoois obtém-se substituindo o o final do nome do hidrocarboneto de que se podem considerar derivados pelo sufixo ol. No caso de ser necessário, antepõe-se um número que indica o átomo de carbono ao qual está unido o grupo hidroxilo.
Segundo o número de grupos hidroxilo que possuem, os álcoois dividem-se em monovalentes, divalentes, trivalentes, etc. Se possuem mais que um grupo hidroxilo dizem-se poliálcoois. Consoante a localização do grupo hidroxilo, pode-se ter um álcool primário, caso este grupo se localize num carbono terminal, ou um álcool secundário, no caso do referido grupo se localizar num carbono intermédio da cadeia.
Os álcoois de cadeia curta são líquidos, os álcoois médios são óleos e os álcoois superiores são substâncias sólidas de aspeto ceroso.
As principais aplicações dos álcoois são como produtos de partida para a síntese orgânica, aditivos para vernizes e solventes. A partir dos álcoois obtêm-se ácidos e ésteres de grande importância.
O álcool mais conhecido é o etanol ou álcool etílico (C2H5OH). Este é um líquido incolor, com cheiro característico, volátil, inflamável e solúvel em água. É utilizado como solvente no fabrico de tintas, vernizes e perfumes, como combustível e na preparação de produtos farmacêuticos. O etanol é ainda muito usado como desinfetante e é comercializado sob a forma de álcool etílico a 96%, isto é, uma mistura de 96 partes de álcool com 4 partes de água.
Tal como todos os álcoois, o etanol não existe livre na Natureza. O processo mais fácil de o obter é por fermentação alcoólica da glicose.
Como referenciar: álcool in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-09-22 01:58:05]. Disponível na Internet: