Alejandro Sanz

Cantor e compositor espanhol, natural de Madrid, Alejandro Sánchez Pizarro nasceu a 18 de dezembro de 1968. Começou a tocar guitarra aos 7 anos e com 10 já compunha os seus próprios temas. De resto, a música sempre esteve presente em sua casa, pois o seu pai fez parte de alguns grupos musicais e Manuel Alejandro, um dos maiores compositores espanhóis de sempre, foi seu padrinho. Aos 16 anos gravou o disco Los Chulos Son Pa' Cuidarlos, o qual passou completamente despercebido
Em 1991, lançou Viviendo Deprisa, o álbum de estreia, que alcançou em Espanha a marca de sete discos de platina e vendeu mais de um milhão de cópias em todo o Mundo, graças a sucessos como "Pisando Fuerte" e "Se Le Apago La Luz".
O segundo álbum, Si Tu Me Miras (1993), marcou o seu amadurecimento como músico. Gravado em Londres, este álbum contou com um grande elenco de músicos, entre os quais Nacho Mañó, Chris Cameron (conhecido pelo seu trabalho com George Michael e Elton John) e o guitarrista espanhol Paco de Lucia, cuja arte flamenca ficou patente em temas como "Mi Primera Cancion" e "El Escaparate".
O registo ao vivo Básico (1994) recolheu o melhor dos trabalhos anteriores com sonoridade acústica.
Em Veneza, Itália, gravou Alejandro Sanz III (1995), trabalho que o consolidou como artista e com o qual ultrapassou as fronteiras espanholas.
Seguiu-se um período de dois anos durante o qual Alejandro aprofundou os seus conhecimentos musicais, estudou piano e compôs cerca de 30 canções, das quais sairiam 10 para serem integradas no álbum seguinte.
Com Más (1997), o seu quarto álbum de originais, bateu todos os anteriores recordes da música espanhola e consagrou-se como um dos maiores ídolos contemporâneos da música latina. Tratou-se de um trabalho de instrumentalização complexa e que apresentou uma mistura de estilos sem precedentes na música espanhola, com letras profundas e diretas, acerca do quotidiano. O primeiro single, "Y, Si Fuera Ella?" foi um êxito imediato. Este trabalho incluiu ainda o êxito "Corazón Partío". Esta canção tornou-se o emblema da carreira do cantor espanhol, augurando a Sanz os melhores resultados comerciais do seu trajeto musical e trazendo-o para o primeiro plano da cena musical latina. Alejandro Sanz tornou-se no primeiro artista espanhol a impor-se no Brasil, onde recebeu dois discos de ouro pelas vendas de Más. Este facto levou à edição, exclusivamente no Brasil, de um Grandes Êxitos. Em 1997, foi distinguido com o Premio Amigo na categoria de Melhor Artista Masculino Nacional e com o Premio Ondas para Melhor Artista Nacional. Nesse mesmo ano recebeu os Premios de la Música para Melhor Artista Nacional, Melhor Compositor e Melhor Álbum. O tema "Corazón Partío" obteve os galardões de Melhor Single e Melhor Vídeo. No ano seguinte, o mesmo tema recebeu o prémio do Premio Ondas para Melhor Canção.
A 5 de maio de 1999, recebeu um prémio nos World Music Awards.
As suas prestações ao vivo levaram-no a todo o Mundo, com especial incidência à América Latina, Estados Unidos da América e Europa, incluindo uma passagem por Lisboa.
Em 13 de julho de 2000, recebeu em Bruxelas (Bélgica), das mãos do presidente da Comissão Europeia, Romano Prodi, numa cerimónia conduzida por Phil Collins, o segundo Platinum Europe Award, por ter vendido mais de dois milhões de cópias de Más no continente europeu. No mesmo ano, além de ter contraído matrimónio com a modelo mexicana Jaydy Mitchel, lançou El Alma Al Aire, que incluiu o êxito "Cuando Nadie Me Ve".
Em 2002, conquistou três grammys latinos com o tema Y solo se me ocurre amarte, retirado do álbum MTV Unplugged.
Três anos volvidos desde o último registo de estúdio, Alejandro regressou ao estúdio em 2003 e editou o álbum No Es Lo Mismo, renovando a sua sonoridade, através da integração do solero, do flamengo e algumas pitadas de hip-hop (colaboração com GQ). Não tendo sido classificado como uma obra-prima, este disco não deixou de ser uma referência para todos os seguidores da pop latina. Em 2004, assistiu-se ao lançamento de Grandes Exitos 91_04 que, tal como o nome indica, inclui os grandes sucessos deste intérprete desde o início da sua carreira, para além de duas composições inéditas de Alejandro Sanz.
Como referenciar: Porto Editora – Alejandro Sanz na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-27 21:01:21]. Disponível em