Alexander von Humboldt

Naturalista alemão, nasceu em 1769, na Prússia, e faleceu em 1859. Recebeu na juventude uma sólida formação científica que, de acordo com a época, teve um carácter enciclopédico. De ideias liberais e progressistas, com um espírito curioso e empreendedor, organizou e levou a cabo uma grande expedição científica na América do Sul, que durou vários anos. Aí recolheu grande volume de informação que, mais tarde, utilizou para escrever várias obras, sendo a mais conhecida, Cosmos, em cinco volumes. Esta obra constitui uma autêntica cosmologia, onde aborda a descrição física do Universo e sistematiza os conhecimentos de ciências muito diversas.
Interessou-se pelo estudo dos seres vivos e do meio, nas suas relações recíprocas, explicando a sua distribuição no espaço. Nas investigações que realizou, que partiram geralmente de observações meticulosas sobre o terreno, utilizou o método comparativo para identificar regularidades existentes na distribuição das paisagens de diferentes áreas geográficas. Considerava a Terra um todo orgânico, em que os diferentes fenómenos se apresentavam interdependentes, rompendo, assim, com uma linha tradicional de pensamento, que considerava a Natureza como algo estático e inamovível, passando a integrar o grupo daqueles que construíram uma nova era científica onde se integrava a corrente evolucionista.
É considerado um dos fundadores da geografia moderna porque o seu trabalho deu à geografia descritiva um carácter sistemático e uma metodologia própria.
Como referenciar: Porto Editora – Alexander von Humboldt na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-19 05:39:10]. Disponível em