Alpiarça


Aspetos Geográficos
O concelho de Alpiarça, do distrito de Santarém, localiza-se na Região do Alentejo (NUT II) e Lezíria do Tejo (NUT III). Situado na margem esquerda do rio Tejo, é limitado a norte pelos concelhos de Chamusca e Santarém, a sul por Almeirim, a este por Chamusca e a oeste por Santarém.
Inserido numa planície aluvial e sendo um ponto de passagem de várias linhas de água, o concelho reúne as condições favoráveis para a existência de solos férteis. No total, abrange uma área de cerca de 96,5 km2 e é constituído por 1 freguesia, a de Alpiarça.
Em 2005, o concelho apresentava 8157 habitantes.
O natural ou habitante de Alpiarça denomina-se alpiarcense.

História e Monumentos
Alpiarça tem origem no Paleolítico, face aos achados arqueológicos que foram encontrados. A comprová-lo existem várias estações arqueológicas consideradas Património Arqueológico Nacional, destacando-se a do Cabeço da Bruxinha, Necrópole do Tanchoal e Necrópole de Meijão, na Quinta dos Patudos, com achados da Idade do Ferro; a estação do Alto do Castelo tem provas de ocupação desde o Calcolítico à época dos romanos.
A estação arqueológica do Cabeço da Bruxa, na Quinta da Goucha, apresenta materiais da Pré- História e da época romana.
Da época romana foram encontrados vestígios da presença militar no concelho.
A Igreja paroquial de Sto. Eustáquio (1889), padroeiro da vila, e o Cruzeiro (1575) no adro da igreja, são outros monumentos do concelho. No museu dos Patudos, ex-libris da cidade, existe uma coleção de mobiliário, pinturas, tapeçarias e outros objetos de arte.

Tradições, Lendas e Curiosidades
No concelho realizam-se algumas feiras, ao longo do ano, realçando-se: a Feira do Vinho, no último fim de semana de março, e a Feira Agrícola e Comercial, na terceira semana de setembro.
O Mercado realiza-se todos domingos de cada mês e é o mais importante na região.
O feriado municipal decorre na quinta-feira de Ascensão (40 dias após a Páscoa).
As touradas, com grande tradição na região, surgem pontualmente.
A nível de artesanato destacam-se os bordados a ponto de cruz, a cerâmica, a cestaria em verga, as colheres de pau, a cordoaria, as mantas em tear, as mantas de trapo e as pinturas em vidro.

Economia
O setor de atividade mais importante é o primário. A maior parte da superfície agrícola é ocupada pela vinha. Para além desta cultura, o milho, os produtos hortícolas, tomate, melão, trigo, forragens e os pomares de pessegueiros constituem as culturas com maior área ocupada. A nível da produção pecuária predominam os suínos.
Segue-se o setor terciário está ligado ao comércio, bancos, e seguros, transportes e comunicações, administração pública e serviços.
Finalmente, o secundário está relacionado com as indústrias de construção e obras pública, metalurgia, metalomecânica, material elétrico e transportes, calçado, vestuário e têxteis, alimentação e bebidas, madeira e cortiça.
Como referenciar: Alpiarça in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-19 19:41:11]. Disponível na Internet: