Alvar Aalto

Arquiteto finlandês, Alvar Henrik Aalto nasceu em 1898, em Kuortane, e morreu em 1976, em Helsínquia.
Estudou no Instituto Técnológico de Helsínquia e, após ter lutado na guerra da independência da Finlândia, estabeleceu-se por conta própria em 1921.
A primeira fase da sua carreira destaca-se pela conceção, entre 1927 e 1928, do Sanatório para turbeculosos em Paimio e da Biblioteca de Viipuri (atual Vyborg na Rússia). Nestes projetos, Aalto adere aos princípios da arquitetura europeia do Movimento Moderno embora apontando já caminho para o seu estilo pessoal, como seja, a importância que dá ao estudo do pormenor, à integração do edifício na paisagem e à exploração das diferentes texturas dos materiais, tanto das novas tecnologias como os mais tradicionais. Com o desenvolvimento destes princípios, nos anos seguintes foi evoluindo de uma arquitetura racionalista com ligações à vanguarda europeia para uma obra mais pessoal, explorando as técnicas de construção tradicionais finlandesas e integrando-as em edificios modernos, experiências que têm o seu auge na Villa Mairea em Noormarkku (1938-39), que aponta novos caminhos para a evolução da arquitetura do Movimento Moderno. Na década de 30 era já considerado um dos maiores arquitetos da sua geração e um dos expoentes deste movimento em cujos congressos (CIAM) participou ativamente. Nesta época Aalto desenvolveu também o seu famoso mobiliário de formas curvas, usando a madeira, os tecidos e o ferro.
Após a segunda guerra mundial participou na reconstrução do seu país e desenhou projetos urbanísticos para várias cidades. A década de 50 foi marcada por uma internacionalização da sua obra com encomendas de grande envergadura, como é o exemplo das Residências para estudantes do Massachusetts Institute of Technology em Cambridge nos EUA (1947-48). Nesta fase a sua obra caracteriza-se pela utilização de formas irregulares, superfícies curvas, assimetria e emprego contrastado de materiais.
Alvar Aalto é considerado um dos maiores arquitetos do Século XX. Foi agraciado com a Medalha de Ouro do RIBA(Royal Institute of British Architects) em 1957 e a medalha de Ouro da AIA (American Institute of Architects) em 1963.
Como referenciar: Alvar Aalto in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-03 04:08:12]. Disponível na Internet: