Amadeus

Filme histórico realizado por Milos Forman em 1984. Centrado na figura de Wolfgang Amadeus Mozart e excelentemente protagonizado por Tom Hulce (Mozart) e F. Murray Abraham (Salieri), contou também com Jeffrey Jones, Elizabeth Berridge, Jonathan Mooree e Vincent Schiavelli, entre muitos outros atores.
Baseado numa peça teatral da Broadway escrita por Peter Shaffer, o filme foi integralmente filmado em Praga, sobriamente representada na fotografia a cargo de Miroslav Ondricek. O filme representa a rivalidade entre Mozart e Salieri (que, encerrado num asilo, relata o percurso de Mozart com recurso a flashbacks) desde o período em que Mozart é aceite na corte do Imperador austríaco José II (interpretado por Jeffrey Jones) até à sua morte. Salieri, que era o compositor oficial da corte, cedo percebe a mediocridade das suas composições quando comparadas com o génio divino de Mozart e tenta destruir o seu prestígio recorrendo a uma teia de intrigas palacianas, arruinando-o. Por fim, disfarça-se para encomendar a Mozart o seu trabalho final: o Requiem.
Quando Forman anunciou que recrutara dois atores praticamente desconhecidos das esferas de Hollywood para protagonizar a película, muitos críticos auguraram um fracasso precoce. Contrariamente ao previsto, o filme foi um dos maiores êxitos de bilheteira de 1984 e tanto Abraham como Hulce (que celebrizaria as gargalhadas estridentes de Mozart) foram nomeados para o Óscar de Melhor Ator. Amadeus foi agraciado com oito Óscares: Melhor Filme, Realizador, Ator (Abraham), Argumento Adaptado (Shaffer), Direção Artística (P. Brandenstein), Som (Chris Newman), Caracterização (Paul LeBlanc) e Guarda-Roupa (Theodor Pistek).
Como referenciar: Amadeus in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 04:15:40]. Disponível na Internet: