Amaro

Protagonista de O Crime do Padre Amaro, é o tipo do padre funcionário do período da Regeneração, desprovido de qualquer vocação sacerdotal e decidido a tirar partido dos privilégios da sua condição. Órfão desde cedo, empurrado para o seminário, que aceita passivamente, uma vez colocado em Leiria começa por espantar-se com a vida dissoluta dos seus pares, mas acaba por seduzir Amélia, a filha da beata em cuja casa se hospedara. Do envolvimento resulta uma criança, que Amaro entrega a uma "tecedeira de anjos", e que morre pouco depois. A cena final, em que, uns anos depois, Amaro reencontra o cónego Dias em Lisboa e lhe confidencia que passara a confessar apenas mulheres casadas, evidencia o seu cinismo e a sua completa ausência de princípios.
Como referenciar: Amaro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-24 14:05:28]. Disponível na Internet: