Américo Facó

Poeta e jornalista brasileiro nascido em 1885, no Ceará, e falecido em 1953, no Rio de Janeiro. Foi diretor da parte literária da revista Fon-Fon, trabalhou em vários outros jornais, no Instituto Nacional do Livro e no Senado Federal. Iniciou a sua carreira literária no Ceará e em 1911, no Rio de Janeiro, já fazia parte dos círculos literários da época. A sua obra em volume, porém, só surgiria quatro décadas mais tarde. Poesia Perdida, de 1951, é um livro em que ressalta um grande apreço pelo cultivo da forma e da língua, como reflexo da leitura aprofundada dos clássicos portugueses (que ocasiona, por exemplo, o uso de vocabulário raro).
Como referenciar: Américo Facó in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-18 14:11:29]. Disponível na Internet: