Amesterdão


Aspetos Geográficos

A cidade de Amesterdão é a capital constitucional da Holanda e fica situada a oeste, na confluência do rio Amstel, na província setentrional da Holanda. É influenciada pelo clima temperado marítimo e a região em que se situa é deprimida e pantanosa; por isso, foram aí criados diques. Conta com uma população de cerca de 742 300 habitantes (2004).
O natural ou habitante de Amesterdão denomina-se amesterdamês.
História e Monumentos

Amesterdão foi fundada nos finais do século XIII e foi a partir dessa data que os seus habitantes começaram a beneficiar do estatuto de cidade. Foram-lhes concedidos privilégios e isenção de impostos de portagem nas vias fluviais, o que lhes permitiu viver da pesca e do comércio, assumindo-se como uma das chaves de navegação do Reno. Paralelamente, decorre em países como a França e Portugal o movimento religioso de Reforma. O referido movimento tem como consequência a expulsão de mercadores judeus dos territórios destes países. Estes eram muito importantes na economia, no comércio, na ciência, com destaque para a medicina, na cultura e nas artes, e dirigiram-se para Amesterdão, que, devido à prosperidade da Idade do Ouro, se tinha tornado num centro de tolerância política e religiosa e, por isso, bastante atraente. Durante os séculos XVI, XVII e XVIII o enriquecimento dos mercadores trouxe como consequência a construção de belas casas de altas e estreitas fachadas.
A cidade possui também edifícios do período gótico, tais como a Nieuwekerk (Igreja Nova), localizada no Dam, praça principal da cidade antiga, situada sobre o Amstel, e alberga muitos edifícios. O mais antigo é o Palácio Real, construído no século XVII. O Monumento Nacional também se localiza nesta praça. As igrejas renascentistas de Norderkerk, Oudekerk, Westerkerk e Zuydekerk, e o edifício De Beurs, que corresponde à Bolsa de Mercadorias, são também monumentos importantes.

Aspetos Turísticos e Curiosidades

A vida cultural da cidade tem uma importância relevante, já que foi berço de grandes artistas como Rembrandt e Van Gogh; daí existir na cidade um museu dedicado a este último artista, o Museu Van Gogh. O espírito liberal que ela herdou da Idade do Ouro justifica o facto de nela existirem alguns cafés, os chamados Coffeeshops, onde está autorizado o consumo de drogas leves e de existir uma indústria do sexo legalizada. No "Red Light District" as ruelas estão lotadas de sex-shops, bares onde decorrem shows eróticos, cinemas eróticos e até um museu do sexo. Os passeios de barco pelos canais, os passeios de bicicleta, as praças animadas e o mercado de flores à beira do canal, onde as vendedoras estão dentro de barcos, são atrações que vale a pena salientar. A festa do dia 30 de abril corresponde aos festejos do aniversário da rainha. Por esta data todos se vestem e decoram as casas e as ruas de cor de laranja. A cidade conta com um total de 42 museus, entre os quais se destaca o Rijksmuseum. A casa de Anne Frank, uma das vítimas da ocupação alemã e da perseguição nazi na Segunda Grande Guerra, constitui atualmente um museu.
Amesterdão é notável pela numerosa representação da escola holandesa de pintura, possuindo 41 galerias de arte e 65 salas de concerto e teatros. Os diques que protegem as povoações dos efeitos das marés e os 900 moinhos de vento que rodeiam a cidade e os auxiliam no bombeamento do excesso de água para os diques constituem provavelmente os principais símbolos da cidade de Amesterdão e até da própria Holanda. Foram classificados Património da Humanidade em 1996.
Esta cidade foi designada Capital Europeia da Cultura para o ano de 1987.

Economia

Enquanto centro de comércio mundial, com ligações a 625 portos estrangeiros, Amesterdão continua a ser um grande entreposto de produtos tropicais como a borracha, o chá, o café, o tabaco, o algodão, etc. Tem um movimento marítimo e fluvial de cerca de 11 milhões de toneladas anuais. A cidade é ainda um dos principais centros mundiais de comércio de diamantes e são célebres as suas oficinas de lapidação. É também aqui que se situa a única instalação siderúrgica completa da Holanda, que produz automóveis e aviões. As indústrias de confeção, alimentares, químicas, de papel, entre outras, também estão presentes. Cerca de 58% da população ativa emprega-se na indústria. A cidade está ligada a outros países através da rede ferroviária e de canais, destacando-se o canal do mar do Norte. Conta com instituições como a Real Academia das Ciências, a Universidade de Amesterdão e a Academia Nacional de Arte.
Como referenciar: Amesterdão in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-16 06:47:52]. Disponível na Internet: