amieiro

Designação comum de plantas arbóreas ou arbustivas da família das Betuláceas e do género Alnus, com cerca de trinta espécies distribuídas pelo hemisfério sul.
O amieiro, Alnus glutinosa, é uma árvore caducifólia, de aroma agradável, que pode alcançar 25 metros de altura. O tronco apresenta inicialmente casca lisa, pardo-lustrosa, e depois ocorre a formação de um súber escuro e gretado.
As folhas, com um comprimento que oscila entre quatro e dez centímetros, são alternas, redondas ou ovadas, com todos os graus intermédios, com vértice redondo ou cavado e no princípio viscosas e pecioladas. Apresentam de cinco a oito pares de nervuras laterais, a página inferior é mais clara que a superior, pilosa nos ângulos das nervuras e glabra na restante superfície da folha. Floresce entre fevereiro e março, mas as inflorescências aparecem no verão anterior à floração. As flores, esverdeadas ou avermelhadas, formam amentos. Os masculinos são pedunculados, com seis a oitos centímetros de comprimento, e os femininos têm forma de pinha, com um a dois centímetros de comprimento. Os amentos frutíferos têm o aspeto de uma pequena pinha e reúnem-se em grupos de três a oito que são distintamente pedunculados. Os frutos são pequenos, achatados e incluem uma só semente.
O seu habitat localiza-se geralmente em locais profundos, como zonas ribeirinhas de rios e arroios e florestas húmidas. Os solos preferidos são os inundados, normalmente pobres em calcário e ricos em nutrientes e húmus.
Distribuem-se pela Europa e Noroeste de África. Na Península Ibérica é mais vulgar na metade ocidental e no norte.
O Alnus glutinosa é também vulgarmente designado de amieiro-comum ou amieiro-vulgar.
São outros exemplos de amieiro as espécies Alnus cordata (amieiro-de-Nápoles), Alnus japonica (amieiro-do-Japão) e Alnus viridis (amieiro-verde).

Como referenciar: amieiro in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 16:20:52]. Disponível na Internet: